Busque sua Passagen Aérea

21 maio, 2009

Rosa Vermelha



És flor, delicada e bela, perfumada, singela.
És rosa, vermelha, carmim incandescente, ou tão simplesmente, criação de minha mente.
És mulher, perdida na noite, que encontro em cada madrugada vagueando em mim.
És corpo despido, desprotegido, que me segue na ânsia de ser abraçado.
Sou palavra, morta, vazia e oca, que se perde entre frases.
Sou texto sem autor, composição desprovida de senso.
Sou nada, feito de muitas coisas, sou um pouco de tudo, de todos.
Letra afogada num oceano de verbos,
solitário na incessante
busca do que não encontro.

Nenhum comentário: