Busque sua Passagen Aérea

29 julho, 2009

A Ilusão


Do amor nasce a loucura
Como o sol brilha na primavera
O querer que aos poucos
não tem cura
No inicio arde a chama
Nega-se, anula-se
Não há mais certo ou errado
O que importa é o afeto
e sempre estar perto
Todo amor é eterno
Enquanto dura a ilusão
Depois, a visão do inferno
É o que resta da relação.
Amor são meras palavras
Efémeras folhas ao vento
No seu fim
apenas tristezas
Como árvores sem folhas
em pleno outono
E assim morre a ilusão
De um final feliz
Vem o inverno e se aprende
que o amor deixa a sua cicatriz.
Mas sempre haverá outras primaveras
.


Autora: Andresa Araújo
Imagem: net

3 comentários:

Adolfo Payés disse...

Belleza de versos acarician el alma en tu espacio..

Excelente

Saludos fraternos
Un abrazo

MOMENTOS DE LA VIDA disse...

Bellísimo poema!! te dejo un gran beso!!

Julia Adrieli disse...

Olà minha companheira! Somos companheiras, sim, também tenho um blog... Bonito poema, os versos ficaram lindos, rimaram e combinaram perfeitamente. Meus parabens pelo lindo blog garota... Beijos JULIA.