Busque sua Passagem Aérea

17 agosto, 2009

Chuva de lagrimas

vidaviagemebagagem.com.br Nuvens carregadasO frio percorre o tempo
Nessa escuridão sem luar
Ando perdido na madrugadaDesalentado..È a solidão,que sufoca meu coraçãoEm um pedaço de papelsentado na guiasobre a chuva finadesabafo meus sentimentos...
Chuva e lágrimas se misturam
e juntas molha o papelborrando as letras do meu sentimentomanchando as palavras do meu coraçãoda saudade,da angustia, do amor...
Parece até um tormento
Mas é necessário esse lamento
pois depois da chuva de lágrimas
sempre haverá um lindo momentoo céu fica pincelado de coré o brilho do arco -íris
e que mesmo por pouco tempo
faz-me esquecer toda dor
proporcionando um sorriso num rosto desolado
com o brilho das cores que cortam o ceupara mais um novo sentimento
de sonho, esperança , paz e amor


Autora: Andresa Araujo
Imagem:web

15 comentários:

Alvaro Oliveira disse...

Olá Andresa

Chuva de Lágrimas...Me entreguei por completo
à emoção que me causou seu poema, amiga! não
resisti e me deixei envolver pelo poema. Mexeu
profundamente comigo. É lindo, emotivo e envolvente.

Im beijinho com carinho

Alvaro

Paull disse...

Sofrer faz bem à alma Beijos Paull

J. Araújo disse...

Estava aqui imaginando a cena da chuva misturando às lágrimas. Não na chuva mas entre lágrimas já escrevi um texto dedicado à minha saudosa mãe.

Parabéns menina pelo belo poema.

Bjs

Mundo Animal. disse...

♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡

............,.---._.. ._,-';
.... ,----(..... o`-'.,-´
. /(........`--'._,´
'( ..\. |__|. |' Abrazos desde el
......|_|...|_| Mundo Animal.

Que linda entrada amiga
Que tengas un Lindo Miercoles, Chriss
♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Fiquei encharcada com tantas lágrimas de emoção ao ler tão belo poema, Andresa. Meus parabéns!
Um lindo dia, amiga
Beijos,
Renata

Adolfo Payés disse...

Por aquí dejando un comentario en todos los blogs
.
Me he enterado anda por la red un señor que se dice: es primo mío, y se nombra Romualdo Payés. No tiene nada que ver conmigo y es un señor que se llama Oscar Doyle. Es argentino. En estos últimos días ha estado dejando comentarios con mi nombre clonado o dejando comentarios como anónimos, insultándome entre otros, no sé quien es el señor. Deseo que anclarlo por que no tiene nada que ver conmigo. Y esta imitando mis comentarios.

Deseo aclarar esto y pido disculpas por este mensaje.. pero necesario..

Gracias
Saludos fraternos de siempre
Un abrazo

Laury disse...

Que bello leerte y visitarte en tu bello blog,un besito y buenas noches
* Laury *

comunicadoras disse...

Linda esta chuva de lágrimas!E como faz bem deixá-las correr quando o nosso coração está carregado e escuro como as nuvens do ceu num dia chuvoso. A chuva cai e depois o sol começa a espreitar e um dia lindo surge. Assim é com o nosso coração.., despeja a dor junto com as lágrimas e, pelo menos por algum tempo, as cores voltam a aparecer nos nosos dias. É bom chorar..., alivia..., devemos deixar correr as lágrimas quamdo for preciso. Um beijinho e que os teus dias sjam sempre cheios de luz; se tiver que vir alguma lágrimazita..., deixa-a correr à vontade.Até breve

Emília

sidneia disse...

Andresa

O poema é belo! A "chuva de lágrimas", torna-se uma imagem bonita, embora pressuponha sofrimento.
Atento porém vislumbra-se resignação e doçura de que o arco-íres é arauto.
Tudo imagens que acabam bem, a fazer esquecer padecimentos.
Tem a força da esperança, que nunca nos deve abandonar, em circunstância alguma.
Carissima, postei hoje 20/08/2009, um selinho no departamento - amigos selinhos - um dedicado a todas a blogeurs mulheres. Se o desejares passa e linka-o.
Beijos,
Daniel

Majoli disse...

Vim retribuir sua calorosa visita ao meu rabisco e encontro aqui uma "Chuva de Lágrimas" que diz muito ao meu coração.
Pura emoção e sentimento a flor da pele.
Meus parabéns por tão lindo poetisar.
Beijos doces no seu coração.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Vim retribuir a visita e desejar-lhe um lindo dia.
Beijos,
Renata

Princesa disse...

Obrigado amigo pela visita e pelo carinho
Os únicos bens duráveis, imutáveis e sem preço, são o afeto e a solidariedade que se sentem pelas pessoas queridas.
Um beijo

Ana Martins disse...

Bonita reflexão!!!

Beijinhos,
Ana Martins

Alvaro Oliveira disse...

Bom dia Andrese!

Preguiçozinha... veio a chuva, estragou tudo!
então não se escreve nada de novo? estava
mal habituado! agora nada... vale ao menos a visita para a ver.

Beijinho querido

Alvaro

REGGINA MOON disse...

Querida Andresa,

Lindo Poema...seu Blog é encantador!!!Parabéns!

Passando também, para te desejar um ótimo final de semana e agradecer sempre pelo seu carinho.
Beijos!!

Reggina Moon