Busque sua Passagem Aérea

28 setembro, 2009

Sou Mulher Tempestade


Sou mulher da tempestade,
que chega sem avisar
com chuva e trovoes
raios e explosões!
devasto sua vida;
em êxtase você ficaMeu jeito te amedronta!
mas sou apenas pura paixão!Sem regras e sem razão
sem limites e com devoção
Eliminando as barreiras

vou obedecendo o que manda
meu coração
Sou o raio que risca o seu céu

atingindo e explodindo seu coraçãoSou a fúria dos céus
rasgando suas nuvens ....
impedindo de se defender
Tempestades ...Ventanias
Você não vai se arrepender
Nada fará você se esquecer!
Quando a chuva te tocar
Você não vai sentir

e o vento vai te levar...
para meu vendaval

um sentimento que alucina
Todo esse espetáculo te domina!
Carregada e nebulosa
Como um mar em fúria

sou bem perigosa
um furacão que passa e te devasta
Sou luxúria ,vendaval de paixão

a natureza em fúriae seu medo virará desejo
quer fugir mas não consegue
Sou sua chuva de verão...
A sua louca tempestade que te enche de paixão!

22 setembro, 2009

Doce olhar


Procuro

E eis de encontrar
Um olhar que tenha o brilho do sol
E que a mim possa irradiar
Iluminando minha vida
na mais doce sintonia
do campo de meu habitar.

Um olhar que tenho o sorriso das flores

e as alegrias do cantar do sabiá.
Aquele olhar que vê com o coração
e toca direto na alma .
Que como trovão em tempestades
posso me perturbar
e todos os meus sentidos aguçar.

                                           Um olhar que me deseje


como o anseio de um sonho alcançar .
Um olhar que em meio a todos,
não desvie sua direção
e me entregue completa sua atenção
como a lua faz com o luar.
Aquele olhar que refrigere a ansiedade
e aqueça minha alma
como uma lareira em dias frios .
Procuro um olhar que se cruza
em dias de primavera
e em meio de tantos encantos
me aprisionena masmorra de seu castelo
para eternamente ficar
prendida no seu doce olhar!

Andresa Araujo
Imagem :Web
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

16 setembro, 2009

Na sua teia


Presa em sua teia

enquanto o luar serpenteia
Enrolada nos fios de sua poesia
Enroscada nas linhas de sua fantasia
Sem reação
Sem defesa
inocente
Apenas uma presa

Que se entrega

Despida da malícia profana
Sentindo o toque de suas patas
e o leve som de suas palavras
sendo o manjar de sua mesa
deixando sugar meu sangue
até que secar minhas veias
Seu tom penetra em minha pele
neste seu verso
que entra no meu pulso
Vibro
Tento
sou atacada
os nós não se desatam
quanto mais tento
minha liberdade conquistar

emaranho-me mais

nada mais faço para escapar
e em suas teias
ei de eternamente
morar.

Autora: Andresa Araujo
Imagem: Web

11 setembro, 2009

COMEMORAÇÃO NO BLOG

O blog coisinhasdebibiba , nasceu em maio de 2009, tem neste momento
apenas 5 meses de trajetória .
Dentro desse pouco tempo, fiz amizades
inesquecíveis, ganhei amigos adoráveis os quais me inspiraram muito, fui surpreendida por lindos comentários e homenagens!!!
Sem esperar tantos acontecimentos maravilhosos , sou hoje surpreendida por
alcançar:

5000 Visitas ( em tão pouco tempo!!!!)

Isso devo a todos que me prestigiaram , por aqui passaram, e fizeram parte dessa pequena trajetória.
Assim ofereço esse selo com símbolo do meu carinho e gratidão!!!


A todos :

Photobucket

Tanto carinho recebi , que me vi obrigada a mais um blog abrir, para postar todos os mimos recebidos e para os que ainda irão vir... Apresento: http://coisinhadebibibamimos.blogspot.com/

Bom, muitos me perguntam o porque coisinhasdebibiba, então vamos lá: O nome foi uma maneira de homenagear minha princesinha querida, a sobrinha amavél, que não conseguia me chamar pelo nome , apenas soletrava " bibiba" ..... e assim ela me chama a 2 anos....

O encanto da Sereia


Deitada sobre as pedras
Das remotas ilhas serenas
Eis-me sereia mulher
De caldas encantadas
Meiga, dócil e sedutora
frágil, esperta e formosa
Vivo ao sabor dos verdes mares profundos
A traçar cantos de enfeitiçar
Até a brisa faço sonhar
Deixando saudades no belo luar
Um navio eu ei de naufragar
com o encanto sereno de meu nadar
na magia do meu cantar
um marinheiro vou encantar
envolvendo-o em minha calda
num mergulho para fundo
levarei para o meu mundo
desfrutar o calor dos mares profundos
e ao meu lado
irás sempre querer nadar
no seu navio , não vais querer retornar
sobre pedras ficarás a contemplar
a espera do meu cantar
para sem descanso saborear
o encanto da sereia
em profundo mar.



Autora: Andresa Araujo
Imagem: Web

09 setembro, 2009

Amazona em sua cavalgada


Amazona, guerreira da luz e do amor
Alada em meu cavalo branco
De crinas longas cintilantes
Bravamente cavalgando
Em berço verdejante
Nas gramas molhada pelo orvalho
Das lágrimas da noite de luar
hábil no reio de meu cavalo
Que em galopes saiu a procurar
No silencio da mata densa
O cavaleiro negro a reencontrar
Para juntos novamente
No vale da paixão cavalgar
Cavalgo em saudade
Dominando a miragem
Quando o leve som das ferraduras
Começo a escutar
Com passos lentos e graciosos
em tua direção vou a galopar
Ansiando com desespero, querendo te dominar.

Descansando desta árdua cavalgada,
No bosque, entre a beleza de arbustos e flores.
Enfim desnudamos o n
osso ser
Entre sonhos e fantasias
Suspiramos a cantar
Como versos que viram poesia.

No ar um cheiro de desejo contido,
De todo prazer até aqui escondido.
Quando os primeiros raios do alvorecer
Nos desperta espírito em chama ardente
Saímos a calvagar para esse mundo
Novamente desbravar



Autora: Andresa Araujo
Imagem : Web

03 setembro, 2009

Sou Mulher

Sou mulher , de vida e alma.
De um lado uma flor, do outro uma águia
De um lado a delicadeza, e do outro a garra
As vezes prefiro ser abelha que carrega o seu pólen
ou a borboleta que voa para te encantar
Sou os olhos da coruja
Que mesmo em noites escura,
sei te enxergar
Tenho um lado cigano e outro de fada
Um que encanta e outro que enfeitiça
De um lado, mulher que atiça
do outro, a que conquista
Não me curvo, não murcho
e como um tigre sei lutar
Destemida e Valente
não tem como me abalar!
Sou mulher que dança e encanta
e que simplesmente ama !!!
Sou a que tem um brilho forte no olhar
e com magia eu vou te conquistar!
Na boca um beijo doce sei dar
No coração trago a magia de adocicar
Mas sou mulher de um ponto fraco
e este eis de te contar
Quando recosto no conforto dos seus braços
um pássaro indefeso começo a me tornar
recolho minhas assas
e nem penso em voar
entre palavras que me façam arrepiar.
Inerte fico a suspirar...
Em noites de lua cheia
Num convite para dançar
Uma Deusa em seu braços
agora vou me tornar!


Autora: Andresa Araujo
Imagem: Web