Busque sua Passagen Aérea

28 junho, 2010

Quando vier me visitar....


Quando vier me visitar
Traga flores,
Muitas delas...
Porém, não me traga apenas flores:
Não se esqueça de juntar a elas
A beleza do seu sorriso,
A ternura do seu olhar,
A força do seu abraço.
O calor dos seus beijos...
Quando vier me visitar,
Traga flores, Muitas delas...
Mas não esqueça de tirar-lhes
Os espinhos que machucam,
As folhas envelhecidas,
Os galhos secos,
As dores embutidas...
Quando vier me visitar,
Traga flores, Muitas delas...
Perfumadas, coloridas, alegres:
Todas parecidas com você!
Quando vier me visitar,
Traga você por inteiro...
As flores?
Nem sei se vai precisar!

10 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Trpuxe mensagem para vc.

Hoje é meu dia de ser Simples

Quanto mais nos sintonizamos com o amor e com a intuição da Alma, mais simples se torna viver. No nível da personalidade tendemos a complicar tremendamente as coisas; porém, quando nos tornamos receptivos à orientação interior, a vida se torna simples, clara e livre do que é supérfluo.

Bom dia!

beijooo.

Alvaro Oliveira disse...

Amiga Andresa

Hoje o sol raiou brilhante como nunca e nele descobri uma luz especial. Seguindo os caminhos
por essa luz traçados, entrei neste jardim, para
inundá-lo com a essência e o perfume das mais belas rosas, sem espinhos, sem folhas envelhecidas. Com elas lhe deixo um carinho, um
sorriso, a força de um abraço, a ternura de um olhar...
Beijooos...

Alvaro

Jacarée disse...

Truz truz...meus olhos vislumbrarm
Flores, são lindas...férteis florescem no bosque e embelezam os campos.... com fulgor.
Porem tem seus dias fatidicos
Assim como o ser humano
HÁ dias assim
Vulnerável
Desmorona a qualquer segundo
Diante dessa nudez
Diante dessa fragilidade...
Há q unir força...
Criar coragem e levantar cabeça...
Renascer dos destroços
Sorrir para a vida...
Afastar os espinhos...
Cuidar do machucado...
Aí as "dores embutidas" se dispersam
O Sol entrar, as flores vão florescer.
Deixo gotículas de felicidade

Eliana Pessoa disse...

LINDO POST ADOREI!
TRAGA VC POR INTEIRO
AS FLORES?
NEM SEI SE VAI PRECISAR
BACANÉRRIMO!
BEIJO

comunicadoras disse...

Não te pude trazer flores...mas trago-te a minha amizade;já tinha saudades; há muito que tentava entrar, mas as luzes apagadas diziam-me que estavas ausente;hoje encontrei muita luz e um jardim florido. Um beijinho e parabéns...gostei muito
Emília

Wanderley Elian Lima disse...

E se não der para trazer as flores, venha só, mas venha.
Bjs

Rosemildo Sales Furtado disse...

Eis que a boa filha retorna ao lar. Rsrs. Que bom que tenhas voltado amiga. Pra ti, todas as flores do mundo.

Beijos e ótima semana pra ti e para os teus.

Furtado.

Alvaro Oliveira disse...

Olá Amiga Andresa

Passei para lhe deixar os meus votos de uma
semana feliz.
Beijos
Alvaro

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo Poema, minha querida! Parabéns!
Beijos Flores pra vc!

*Creio que ele se aproveitou de uma migração de pássaros selvagens para fugir. Na manhã da viagem, pôs o planeta em ordem. E quando regou pela última vez a flor, e se preparava para colocá-la sob a redoma, percebeu que tinha vontade de chorar.

- Adeus - disse ele à flor. Mas a flor não respondeu.
- Adeus - repetiu ele.
A flor tossiu. Mas não era por causa do resfriado.
- Eu fui uma tola - disse finalmente. - Peço-te perdão. Procura ser feliz.

A ausência de censuras o surpreendeu. Ficou parado, completamente sem jeito, com a redoma nas mãos. Não podia compreender essa delicadeza.

- É claro que eu te amo - disse-lhe a flor. - Foi minha culpa não perceberes isto. Mas não tem importância. Foste tão tolo quanto eu. Tenta ser feliz... Larga esta redoma, não preciso mais dela.
- Mas o vento...
- Não estou tão resfriada assim... O ar fresco da noite me fará bem. Eu sou uma flor
- Mas os bichos...
- É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. Dizem que são tão belas! Do contrário, quem virá visitar-me? Tu estarás longe... Quanto aos bichos grandes, não tenho medo deles. Eu tenho minhas garras.

E ela mostrava ingenuamente seus quatro espinhos. Em seguida acrescentou:
- Não demores assim, que é exasperante. Tu decidiste partir. Então vai!
Pois ela não queria que ele a visse chorar. Era uma flor muito orgulhosa...

trecho de "O Pequeno Príncipe" de Antoine de Saint-Exupéry.

Tenha um lindo dia*

comunicadoras disse...

Bonito poema!
Ternurento e se trouxer amor, as flores dão-lhe mais brilho!
Até breve
Herminia