Busque sua Passagem Aérea

19 julho, 2010

Flor de amendoeiras



O mundo estava sombrio
O cheiro da névoa me sufocava
Saudade sem fim
Afligia minha alma

eis que as amendoeiras florirão
tornando os campos admirável
O cheiro estava no ar
perfume inebriante e envolvente
que me fez voltar a sonhar...


A amor paira no ar
Como pegadas que o vento não desfaz
uma nova estação
um novo começo
A brisa tornou-se doce
seu cheiro era suave
que o vento me trazia
Em meu rosto eu sentia
o beijo doce
e o abraço carinhoso
do perfume das amendoeiras

Doces lembranças
Doces saudades
quem sabe um dia
contigo eis de caminhar
nos campos da amendoeiras
até o sol raiar.



Autora : Andresa Araújo

Imagem : Web

Todos os direitos reservados







6 comentários:

Eliana Pessoa disse...

LINDA POESIA!
SUAVE COMO AS FLORES!
BEIJO

VALVESTA disse...

Princesa quanto tempo, estive com saudades, que bom que voltas-te.
Renovo pra tua alma e vida nova aos sonhos, felicidades em tudo que colocares no coração, seja mais que bem vinda. Beijos

Alvaro Oliveira disse...

Olá minha amiga ANDRESA

Bem-vinda seja depois desta longa ausência.
Lindo poema e maravilhoso este poema que nos
traz o aroma das amendoeiras em flor.
Estou recuperado da vista direita, agora falta
a cirurgia à vista esquerda, que esteve marcada
para o passado sia 29/Junho. Mas quando estava para entrar no bloco operatório, minha operação
foi suspensa devido a um agravamento dos valores da tiróide, que impediam a aplicação de anestesia
geral. Estou a aguardar nova data, que será muito em breve. No entanto me encontro muito bem.

Desejo para si tudo de bom e faço votos de que se
encontre bem.

Uma linda semana lhe desejo.

Beijos

Alvaro

Wanderley Elian Lima disse...

Ainda bem que ficaram as boas lembranças, aguardando a magia iniciar novamente.
Bjs

Rosemildo Sales Furtado disse...

Assim como as amendoeiras floriram, a Andresa também floriu trazendo-nos o ar e o perfume da sua graça. Adorei o poema e principalmente o seu retorno. Seja muito bem-vinda.

Beijos e ótima semana pra ti e para os teus.

Furtado.

Mª do Rosario - Ro disse...

Andresa passando para te conhecer...lindos textos, poesias..
Um abraço apertado neste dia especial do amigo:)